Autor Tópico: [JO 2008] Ginástica  (Lida 4966 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Parasol

  • Magnata
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2006
  • Localidade: Levi's Stadium
  • Mensagens:
    29223
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1258
em: 02 de Julho de 2008, 14:12







Jogos Olímpicos de Pequim 2008

Ginástica




1 - Introdução

A Federação Internacional de Ginástica (FIG) foi formada a 23 de Julho de 1881, quando os representantes das associações de ginástica da Bélgica, França e Holanda se encontraram em Liège. Enquanto um corpo governativo é muito estimado pelas federações e clubes de ginástica que são membros de todo o mundo. Em 1897, 17 associações nacionais uniram-se para forma a base da Federação Europeia de Ginástica. Mas, quando os Estados Unidos foram admitidos, em 1921, o Comité alterou o seu nome para a Federação Internacional de Ginástica, como é conhecida hoje.

A Federação Internacional de Ginástica é constituída por três disciplinas diferentes: artística, rítmica e trampolim.

Cada disciplina é controlada por um comité técnico constituído por um Presidente Técnico e seis membros. Os Comités técnicos são responsáveis pela coordenação e controle da sua disciplina em termos de requerimentos técnicos para a competição com a qual estão relacionados.

As provas de ginástica serão realizadas entre os dias 9 e 24 de Agosto, em Pequim.

As provas de ginástica artística e de trampolim serão realizadas no Estádio Nacional Indoor e as provas de ginástica rítmica no Ginástica da Universidade de Tecnologia de Pequim.



2 - Categorias

2.1 Ginástica Artística


Com a fusão perfeita de atleticismo com estética, a ginástica é um dos mais marcantes desportos nos Jogos Olímpicos. Misturando a força e a agilidade com o estilo, os ginastas têm oferecido grandes espectáculos às multidões que têm presenciado esta competição ao longo dos tempos.

A prova perfeita de Nadia Comaneci nos jogos de Montreal 1976, ao conseguir a marca de 10 pontos pela primeira vez na história, continua a ser a principal referência para a maioria dos adeptos da modalidade.

[youtube=425,350]V5gR0g8lHIs[/youtube]

A gínástica é um desporto com uma longa história da qual se pode orgulhar. Já se praticava a ginástica na Grécia antiga, onde se podiam observar os atletas a praticar a modalidade durante os jogos olímpicos da era antiga. A Roma Antiga, a Pérsia, a India e a China praticavam desportos similares, de modo a prepararem os jovens para a batalha. A palavra deriva da palavra grega "Gymnos", que significa "nú" (na altura as vestimentas requeridas para os atletas eram mínimas.

Na ginástica artística, nos Jogos Olímpicos de Beijing, os homens competem no solo, argolas, salto de cavalo, paralelas, barra fixa, cavalo com arções, individual geral e equipas. As mulheres competem no solo, trave, salto de cavalo, barras assimétricas, individual geral e equipas.

2.1.1 Federações Representadas

Um total de 196 atletas vão competir nas provas de ginástica artística, 98 homens e 98 mulheres.

Para a competição de equipas masculina, as Federações que vão estar presentes são:

- China
- Japão
- Alemanha
- Estados Unidos da América
- Rússia
- Roménia
- Espanha
- Coreia do Sul
- França
- Itália
- Canadá
- Bielorrúsia

As Federações acima podem também escolher um conjunto de 6 atletas para as competições individuais, sendo que a Ucrânia, Suiça e Grã-Bretanha podem escolher dois atletas, enquanto Porto Rico, Brasil e Grécia poderão escolher um atleta para os representar nas competições individuais.

As Federações que vão estar presentes na competição por equipas feminina serão:

- Estados Unidos da América
- China
- Roménia
- Rússia
- Grâ-Bretanha
- França
- Brasil
- Ucrânia
- Alemanha
- Áustria
- Japão

As Federações acima podem também escolher um conjunto de 6 atletas para as competições individuais, sendo que a Coreia do Norte, o Canadá e a Espanha têm direito a dois atletas, e a República Checa, a Holanda e a Suiça vão contar com uma atleta para os representar.

2.1.2 Regras

Existem competições por equipas e a nível individuais, gerais e por aparelho no programa olímpico da Ginástica Artística. O evento dura de 6 a 8 dias e só os atletas que alcançam os mínimos conseguem a qualificação. Um grupo ou equipa não pode interromper as competições por mais de 10 minutos. Se após este período o ginasta ainda não consiga participar, a equipa ou grupo continua a competição sem poder contar com a pessoa que está lesionada ou doente.

Os juízes são apontados pela Federação Internacional de Ginástica, levando em conta o nível em que estão na carreira, a experiência e a qualidade, bem como são respeitadas as obrigações do Regulamento Olímpico e dos Comités Olímpicos nacionais.

Esta competição é organizada através da rotação de grupos, sendo um grupo composto ou por uma equipa de 4 a 6 ginastas de uma federação ou por ginastas em nome individual, de federações diferentes. Uma equipa deverá ter em conta que não poderão competir mais de 5 ginastas num só aparelho, sendo que os 4 melhores resultados serão levados em conta para o total da equipa.

Para os homens, a competição consiste em exercícios opcionais em 6 aparelhos diferentes. As mulheres podem escolher entre 4 aparelhos. Apenas os ginastas que entrem em competição em todos os aparelhos podem avançar para a segunda fase. Para se qualificar para as finais em barras, são necessárias duas barras. O resultado da qualificação é baseado na média dos dois resultados. Para a competição geral e para o ranking da equipa, apenas o resultado da primeira barra conta.



2.2 Ginástica Rítmica




A ginástica rítmica apareceu após a segunda guerra mundial, como um modo de aliar ritmo e expressividade aos movimentos bruscos da ginástica artística, que, com a inclusão de música e novos aparelhos, tornaram a modalidade muito feminina. Em 1946 este desporto é incluído nos Jogos Olímpicos de Londres, como parte integrante do programa de ginástica artística, sendo que cada país teria que participar obrigatoriamente em duas provas rítmicas de conjunto. Em 1950 foi fundada em Frankfurt a Liga Internacional de Ginástica Moderna, para divulgar o desporto, mas apenas em 1963 se começaram a disputar os campeonatos internacionais sob a égide da FIG.
A partir de 1975, a modalidade passa a existir oficialmente, com o nome de Ginástica Rítmica Desportiva. Em 1980 o Comité Olímpico Internacional reconhece finalmente o desporto, fazendo com que este passe a integrar os Jogos Olímpicos de Moscovo, como modalidade de exibição. Em 1984, nos Jogos de Los Angeles, passaram a existir medalhas
para a competição rítmica individual, mas foi apenas em 1996 que começaram a surgir as provas de conjunto.

2.2.1 Federações Representadas

Nesta fase falta apenas encontrar uma atleta para ficar completa a lista individual, sendo que estão assim representados por federação:

Apurados através do Campeonato do Mundo:
- Ucrânia - 2
- Rússia - 2
- Bielorrússia - 2
- Azerbeijão - 2
- Bulgária - 2
- Israel - 2
- Cazaquistão - 1
- Canadá - 1
- Espanha - 1
- Grécia - 1
- Áustria - 1
- Polónia - 1
- Coreia do Sul - 1
- Estónia 1

Últimos lugares apurados:
- Xiao Yiming (China)
- Odette Petra-Lee Richard (África do Sul)
- Naazmi Johnston (Austrália)

Atleta convidada:
- Wania Monteiro (Cabo Verde)

As federações que se vão fazer representar na competição por grupos são:

- Rússia
- Itália
- Bielorrússia
- Bulgária
- Espanha
- Itália
- Japão
- Ucrânia
- China
- Azerbeijão
- Brasil
- Grécia

2.2.2 Regras

A ginástica rítmica é praticada com a ajuda de diversos aparelhos, sendo uma modalidade exclusiva de atletas femininas. As ginastas, acompanhadas por música, fazem as suas habilidades no solo, numa área de 13 metros quadrados, com a ajuda de corda, arcos, bola, maça ou fitas. As ginastas competem individualmente e em grupo. Na prova individual, têm que completar exercícios em quatro dos cinco aparelhos, para completarem a competição. A duração máxima de cada exercício é 1m30s. Na prova de grupo, as ginastas apenas podem utilizar dois aparelhos, sendo que a duração máxima da prova é 2m30s. Não pode haver voz humana nas músicas escolhidas, que, tirando essa ressalva, são de livre escolha por parte das participantes.

O júri é formado por um Júri de Composição, que analisa o Valor técnico e o valor artístico das séries, e ainda o Júri de Execução, que analisa as falhas técnicas.



2.3 Trampolim




A modalidade de Trampolim apenas em 1 de Janeiro de 1999 se tornou como uma disciplina da ginástica nos Jogos Olímpicos, tendo começado a ser praticado nos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000, com competição individual masculina e feminina. A Rússia levou para casa as medalhas de ouro nessa primeira edição.

2.3.1 Federações Representadas

Competição Masculina:

Ye Shuai (China)
Dong Dong (China)
Alexander Rusakov (Russia)
Dimitri Ushakov   (Russia)
Yasuhiro Ueyama (Japão)
Sotomura Tetsuya (Japão)
Henrik Stehlik (Alemanha)
Flavio Cannone (Itália)
Yuri Nikitin (Ucrânia)
Jason Burnett (Canada)
Peter Jensen (Dinamarca)
Nikolai Kazak (Bielorrússia)
David Martin (França)
Diogo Ganchinho (Portugal)
Ben Wilden (Australia)
Chris Estrada (Estados Unidos da América)

Competição Feminina:

Irina Karavaeva (Russia)
Natalia Chernova (Russia)
Huang Shanshan (China)
He Wenna (China)
Karen Cockburn (Canada)
Rosannagh Maclennan (Canada)
Anna Dogonadze (Alemanha)
Tatiana Petrenia (Bielorrússia)
Jaime Moore (Grã-Bretanha)
Hammoto Hiromi (Japão)
Anna Savkina (Uzbequistão)
Ana Rente (Portugal)
Olena Movchan (Ucrânia)
Luba Golovina (Georgia)
Brittany Dircks Estados Unidos da América)
Lenka Honzakova (Republica Checa)

2.3.2 Regras

É praticada sobre uma tela de nylon, de 5m x 3m, onde o atleta salta e aí executa 20 elementos técnicos. São 8 os juízes responsáveis por julgar a prestação de cada atleta, sendo que um é o juíz central, cinco avaliam a execução e dois o nível de dificuldade.

Saltos existentes e termos técnicos:

- Adolph - mortal para frente com três piruetas e meia
- Back - mortal para trás. Todo mortal tem sua posição, que pode ser: tuck (agrupado), pike (carpado), straigth (esticado) ou puck (agrupado mais aberto) que só é usado em rotação acima de duplos com mais de uma pirueta
- Back 3/4 - rotação de 270 graus para trás, começa de pé a cair na posição frontal (de barriga)
- Back 1/2 twist - mortal para trás com meia volta
- Ball out - mortal para frente partindo da posição de costas
- Barani - mortal para frente com meia volta
- Barani out - duplo mortal a frente com meia volta realizada no 2º mortal
- Black out - perda do salto
- Cody - mortal para trás partindo da posição frontal
- Compusory - série obrigatória, determinada pelo órgão oficial da competição
- Dif judge - árbitro de dificuldade
- Dificult - dificuldade da série livre
- Double back - duplo mortal para trás
- Double full - mortal com duas piruetas
- Double mini tramp - duplo mini tramp
- Fliffis - qualquer duplo mortal com pirueta
- Front 3/4 - 3/4 de mortal caindo na posição de costas
- Front - mortal para frente
- Front full - mortal para frente com uma pirueta
- Full - mortal para trás com pirueta.
- Half - meia pirueta executada em múltiplos mortais
- Half in Half out - Duplo mortal com meia volta no primeiro mortal e outra meia volta no segundo mortal.
- Handspring - flic, também conhecido como salto de mãos para trás.
- Headjudge - árbitro chefe
- In - quando se faz meia ou mais piruetas logo no primeiro mortal
- Judges - juízes, divididos em duas mesas para se julgar a série livre e a obrigatória
- Middle - só se pode usar o middle quando se trata de triplos mortais, em razão de ficar no meio dos saltos
- Miller - duplo mortal com 3 piruetas
- Out - quando se faz uma meia ou mais piruetas no ultimo mortal
- Pullover - movimento no qual a partir de uma queda de costas realiza-se 3/4 de rotação para trás finalizando na posição em pé.
- Rudy ou Rudolph - mortal para frente com uma pirueta
- Rudy out - duplo mortal com uma pirueta e meia no segundo mortal
- Randy ou Randolph - mortal para frente com duas piruetas e meia
- Round-off - rodante, árabe ou rondada
- Side - mortal de lado
- Sincro - cama elástica sincronizada
- Sincro judge - árbitro de dificuldade
- Trampoliner - atleta de trampolim ou cama elástica
- Triffis - qualquer triplo mortal com pirueta
- Triple back - triplo mortal para trás
- Tumbling - pista recta de solo rápida
- Voluntary - série livre, a critério do ginasta
- Whipback - flic sem mãos (tempo)
- Wipe out - queda
- Sincro - cama elástica sincronizada
- Sincro judge - árbitro de dificuldade
- Trampoliner - atleta de trampolim ou cama elástica
- Triffis - qualquer triplo mortal com pirueta
- Triple back - triplo mortal para trás
- Tumbling - pista recta de solo rápida
- Voluntary - série livre, a critério do ginasta
- Whipback - flic sem mãos (tempo)
- Wipe out - queda



3 - Resultados

3.1 Ginástica Artística




Finais Masculinas

Finais Femininas



Finais Femininas



Finais Masculinas




3.2 Ginástica Rítmica



Final Geral

Final por Aparelhos: Corda

Final por Aparelhos: Arco

Final por Aparelhos: Massas

Final por Aparelhos: Fitas





Final Geral

Final por Aparelhos: Corda

Final por Aparelhos: Arco

Final por Aparelhos: Massas

Final por Aparelhos: Fitas







Final Geral

Final por Aparelhos: Corda

Final por Aparelhos: Arco

Final por Aparelhos: Massas

Final por Aparelhos: Fitas



Final Geral

Final por Aparelhos: Corda

Final por Aparelhos: Arco

Final por Aparelhos: Massas

Final por Aparelhos: Fitas









Final Geral

Final por Aparelhos: Corda

Final por Aparelhos: Arco

Final por Aparelhos: Massas

Final por Aparelhos: Fitas









3.3 Trampolim





Masculino

Feminino



Masculino

Feminino



Masculino

Feminino



Masculino

Feminino



Masculino

Feminino





4 - Atletas Portugueses


Apenas teremos duas caras portuguesas a defender o nosso país em Pequim, são eles Diogo Ganchinho e Ana Rente, ambos na competição de Trampolim.


Diogo Ganchinho vai representar Portugal no Trampolim masculino, com apenas 20 anos. Atleta do Clube de Futebol Estevense, já tem no seu curriculum um título de campeão do Mundo e da Europa em duplo mini trampolim (2003 e 2004) e vice-campeão da Europa em Trampolim sincronizado (2006). Tem a noção que terá que ser praticamente perfeito nas suas séries de saltos para poder chegar à final, mas tem esse objectivo em mente, embora não coloque as medalhas como uma meta alcançável.


Ana Rente, Campeã Europeia de Júniores de Trampolim em 2004, tem a expectativa muito elevada para os Jogos Olímpicos, principalmente devido a ser uma ambiente totalmente diferente do que encontrou até hoje nas mais diversas competições em que teve o prazer de entrar. Tem como principal objectivo para estes jogos um lugar na final do trampolim, que sabe ser muito difícil de alcançar, mas trabalha todos os dias tendo em vista esse objectivo.





« Última modificação: 11 de Julho de 2008, 17:09 por Parasol »
It’s not how big you are, it’s how big you play.



Koelhoni

  • HighRoller
  • K
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2006
  • Localidade: Amadora
  • Mensagens:
    13838
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    148
em: 11 de Julho de 2008, 22:37
a ginástica já está aqui e eu não vi....  :shock: :shock:

 :venia:



Bruno Coutinho

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    227176
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    108
em: 18 de Julho de 2008, 11:03



Forum de Apostas

Re: [JO 2008] Ginástica
« Responder #2 em: 18 de Julho de 2008, 11:03 »

emef11

  • Magnata
  • e
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2007
  • Localidade: Alhos Vedros - Moita
  • Mensagens:
    17687
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    246
em: 18 de Julho de 2008, 11:31
Ginástica artistica ou desportiva, é uma das disciplinas que mais gosto.

Apenas li a tua apresentação na diagonal e para já apenas te quero dizer o seguinte: Para qualquer leitor que queira saber noticias sobre esta disciplina, escusa de procurar noutro lugar, pois o essencial está aqui tudo.
Excelente apresentação, fácil leitura, regras, etc.
Muitos parabéns.
Termino deixando uma pequena sugestão (deves estar a trabalhar nisso concerteza) que apenas falta o calendário das provas.

Deve ser o Fórum que melhores artigos sobre os jogos deve ter  :venia:

Parabéns



fckool

  • Multimilionário
  • f
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2007
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4244
    Pts Tipsr:
    43
em: 18 de Julho de 2008, 12:11
Voces estão a fazer cada artigo, digno de artigos de revistas desportivas. Mas que coisa mais estrondosa.

Parabéns :venia:



Parasol

  • Magnata
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2006
  • Localidade: Levi's Stadium
  • Mensagens:
    29223
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1258
em: 15 de Agosto de 2008, 18:46
Final Masculina por Equipas:

China - 286.125
Japão - 278.875
EUA - 275.850


Final Feminina por Equipas:

China - 188.900
EUA - 186.525
Roménia - 181.525


Final Masculina All-Around Individual:

Yang Wei (China) - 94.575
Kohei Uchimura (Japão) - 91.975
Benoit Caranobe (França) - 91.925


Final Masculina All-Around Individual:

Nastia Liukin (EUA) - 63.325
Shawn Johnson (EUA) - 62.725
Yang Yilin (China) - 62.650

It’s not how big you are, it’s how big you play.




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina