Autor Tópico: [Ciclismo] - Vuelta a España, 20 de Agosto a 11/Setembro  (Lida 4629 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 20 de Agosto de 2011, 00:41
11/09: Volta a Espanha – Joaquim Rodríguez over 1.5 etapas a 1.85 @ Sportingbet
4/5 unidadades

Joaquim Rodríguez é um dos melhores trepadores do mundo. Depois de vários anos sem liberdade na Caisse d’Epargne, no ano passado foi para a Katusha e ganhou novo protagonismo. Apesar de ter sido 6º e 7º nas Vueltas de 2008 e 2009, era a trabalhar para Alejandro Valverde. No ano passado foi 8º no Tour e 4º na Vuelta, falhando apenas no contra-relógio, pois na montanha foi o mais forte. Este ano decidiu apostar em Giro e Vuelta para poder ganhar uma grande volta. Começou a temporada com alguns problemas físicos mas depois venceu uma etapa na Volta ao País Basco e foi segundo na Amstel Gold Race e Fleche Wallone antes de chegar ao Giro. No Giro, a coisa não correu muito bem e apenas foi quinto. Pior do que isso, não conseguiu vencendo nenhuma etapa, ficando-se por um segundo lugar, um terceiro e um quinto. Em Junho, mostrou que no Giro não estava na sua melhor forma, pois a sua melhor forma viu-se no Critérium du Dauphiné, sendo segundo numa etapa e vencendo as duas etapas de montanha que existiam. Depois disso, entrou em descanso para preparar a Vuelta e quando voltou à competição… 4º na Clásica de San Sebastian, segundo numa etapa da Volta a Burgos, vencedor de uma e terceiro noutra e vencendo a próprio Volta a Burgos.

Tem-lhe faltando um pouco de sorte, mas tem mostrado ser um dos melhores trepadores do mundo e irá disputar esta Vuelta com Vicenzo Nibali, Igor Antón, Michele Scarponi e Denis Menchov. Teoricamente está em desvantagem faze a Menchov e Nibali no crono, mas na montanha é dos mais fortes e só Scarponi e Antón parecem ser os adversários mais perigosos. De qualquer forma, esta Vuelta tem seis chegadas em alto, entre elas o Angliru (3º em 2008 atrás de Contador e Valverde) e Peña Cabarga (venceu no ano passado), que lhe assentam na perfeição por terem rampas muito inclinadas. Em qualquer uma das seis ele poderá vencer e terá ainda as chegadas a Valdepeñas de Jaén e San Lorenzo de el Escorial, finais duros que lhe assentam na perfeição. São portanto oito etapas em que ele estará no top-3 de favoritismo para ganhar e penso que deverá ganhar pelo menos duas.

11/09: Volta a Espanha – Joaquim Rodríguez over 1.5 etapas a 1.85 @ Sportingbet
4/5 unidadades



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 20 de Agosto de 2011, 05:17
11/09: Vuelta a España – Bauke Mollema vs Mauricio Ardila – Bauke Mollema a 1.60 @ Bet365
5/5 unidades

Dois corredores que estarão na Vuelta com estatutos muiiiito diferentes. O Bauke Mollema é um jovem talento que no ano passado foi 12º no Giro, este ano foi 9º no Paris-Nice, 10º na Catalunha, 2º em Castela e Leão e 5º na Suíça, pelo que se esperava uma boa prestação no Tour, mas problemas de saúde impediram que tal acontecesse.

Para esta Vuelta, diz-se totalmente recuperado, vai ser a aposta da equipa para a classificação geral a par de Steven Kruijswijk e poderá lutar por um posto entre os dez primeiros.

Quanto a Mauricio Ardila é um corredor de equipa e os seus fracos resultados individuais até ao momento não são preocupantes, pois a sua missão passa por ajudar os chefes-de-fila. Na Vuelta, terá que trabalhar para Denis Menchov, Carlos Sastre e Juan Cobo, estando ainda na equipa David Blanco e Fabio Duarte, o que obrigará Ardila a entrar ao serviço muito cedo. Por isso, é de esperar que termine muito longe dos primeiros postos.

A menos que algum problema de saúde prejudique Mollema, é uma aposta com tudo para correr bem.

11/09: Vuelta a España – Bauke Mollema vs Mauricio Ardila – Bauke Mollema a 1.60 @ Bet365
5/5 unidades



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 20 de Agosto de 2011, 05:51
11/09: Vuelta a España – Euskaltel-Euskadi mais de 1.5 etapas a 1.75 @ Sportingbet
3/5 unidades

Em 2008, Igor Antón estava a fazer uma grande Volta a Espanha quando à 13ª etapa se viu obrigado a abandonar por lesão, terminando assim uma época que lhe estava a correr muito bem. 2009 foi muito provavelmente o seu pior ano, com uma aposta falhada no Tour, mas no ano passado voltou a estar a top, venceu duas etapas na primeira metade da Vuelta, parecia o mais forte entre os participantes e… viu-se obrigado a desistir novamente por queda. A sua camisola vermelha de líder rasgada foi uma das imagens marcantes da prova e prometeu que voltaria ainda mais forte em 2011. Na primeira fase da época foi 3º na Volta a Castela e Leão e andou com os mais fortes em várias etapas do Giro. Na última semana acusou o desgaste e quebrou, mas já tinha vencido a etapa rainha. A julgar pela Volta a Burgos, deverá chegar à Vuelta em grande forma e, se estiver na sua melhor forma, é um dos principais candidatos às seis chegadas em alto e às de Valdepeñas de Jaén (onde venceu no ano passado) e San Lorenzo de el Escorial. São oito etapas em que Antón será um dos principais candidatos à vitória.

Além de Antón, a Euskaltel tem Mikel Nieve, que no ano passado venceu uma chegada em alto na Vuelta e este ano venceu a etapa mais dura da Volta a Itália. Pela Volta a Burgos que fez, também estará na Vuelta em boa forma e será um bom homem para procurar vitórias em etapas, aproveitando também que não é tão perigoso para a classificação geral.

A capacidade de Antón e Nieve parece-me suficiente para vencerem pelo menos duas etapas ao longo desta Volta a Espanha mas há ainda algo que merece ser referenciado. A Vuelta deste ano passará pelo País Basco… 33 anos depois. Certamente a equipa basca fará tudo para vencer uma das duas etapas com final na sua região.

11/09: Vuelta a España – Euskaltel-Euskadi mais de 1.5 etapas a 1.75 @ Sportingbet
3/5 unidades



Forum de Apostas

Re: [Ciclismo] - Vuelta a España, 20 de Agosto a 11/Setembro
« Responder #17 em: 20 de Agosto de 2011, 05:51 »

rapior

  • Multimilionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6591
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1727
em: 23 de Agosto de 2011, 00:40
Termina a 11/09/2011 pelas 16h30m
Classificação Final Pontos
Winner: Joaquin Rodriguez (KAT) a 6.00 @ Unibet


Das etapas que faltam disputar seis coincidirão com chegadas em alto, e outras duas (5ª e 8ª) tem finais com rampas de curta extensão mas de grande inclinação pelos que nestas etapas se não chegarem fugas serão os homens da geral a lutar pela vitória.
Para os sprinters apenas vislumbro quatro possíveis etapas (7ª, 12ª, 16ª e 21ª) sendo que a 12ª levanta-me ainda algumas dúvidas pois o perfil dos dois últimos quilómetros não é muito explicito.

Nas duas últimas épocas o vencedor da final da Vuelta foi sempre segundo classificado nesta classificação, tendo sido batido por um sprinter, Mark Cavendish no ano passado e Andre Greipel em 2009. Todavia para tal Cavendish ganhou três etapas e foi segundo em outras três e Greipel venceu quatro, conseguiu ainda dois quartos e um quinto lugar.
Na Vuelta ao contrário do Tour todas as etapas atribuem o mesmo número de pontos e tendo em conta o que referi no primeiro parágrafo penso que serão mais as etapas disputadas entre os homens na luta pela geral do que pelos sprinters.

A minha aposta recairá por isso Joaquin Rodriguez que é um dos melhores trepadores da actualidade e apresenta-se nesta prova com o objectivo de a vencer depois do quarto lugar da época passada, onde penso que acusou algum desgaste do Tour. Esta época optou por abdicar do Tour tendo participado no Giro, no qual foi 5º classificado. Na preparação para esta prova tem dado excelentes indicações com um quarto lugar na Clássica de San Sebastian e vencendo a Volta a Burgos. O seu calcanhar de Aquiles é o contra-relógio pelo que nas chegadas em alto vai ter que ganhar tempo pelo que vai ter que atacar. Conta com uma equipa construida em seu redor e que conta com elementos como Moreno, Horrach, Losada e Karpets e costuma estar sempre muito bem nesta competição tendo nos últimos anos um 6º,7º e 4º sendo que apenas no último foi líder de uma equipa, pois nas outras ocasiões teve que trabalhar para Valverde.

Acredito que Purito vai dar show nas montanhas e como tal penso que pode vencer duas ou três etapas e vencer esta classificação.
"O insucesso é apenas uma oportunidade para começar de novo com mais inteligência."



ricardosilva

  • Milionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1427
    Pts Tipsr:
    63
em: 23 de Agosto de 2011, 19:28
Já estive a ver as apostas que temos para a Vuelta. E um aspecto saltou-me à atenção. O favorito à camisola verde é o esloveno Peter Sagan e não Mark Cavendish. Sagan , bom sprinter e que acima de tudo tem a vantagem de poder discutir com os melhores chegadas com alguma dificuldades na parte final ao contrário dos sprinters puros como Cavendish. Cavendish participou no Giro tendo feito cerca de 2 semanas de prova, no Tour onde venceu a camisola verde e agora participa na Vuelta sendo o seu grande objectivo para o que resta da época a prova de fundo dos Mundiais de Ciclismo em Copenhaga que se realiza 2 semanas após o fim da Vuelta.  A Vuelta este ano apresenta a meu ver mais dificuldades que o ano passado e eu penso que Cavendish não se irá sacrificar até porque dificilmente conquistará a camisola dos pontos como o ano passado conseguiu, prejudicando a preparação para os Mundiais (além do mais a sua equipa a HTC acabará no final da época, sendo que ele em princípio ingressará na Sky) daí que uma desistência do britânico no decorrer da prova a acontecer não me surpreenderá muito. A aposta que então sugiro é o head-to-head entre Cavendish e o alemão Kittel recém-vencedor de 4 chegadas ao sprint na Volta à Polónia. As odds ontem estavam acima de 5 na PinnacleSports para o alemão da Skil-Shimano tendo já baixado para cerca de 4.5. Há aqui uma clara sobrevalorização de Cavendish. Se os 2 chegarem ao fim Cavendish deverá ter mais pontos, mas mesmo nesse cenário as odds deveriam a meu ver estar mais equilibradas do que o que estão.

Gostava de ouvir a opinião do Prince30 sobre esta sugestão.

Também penso que Wiggins para o top-10 é uma boa opção, já Sastre para o top-10 uma má opção.

O líder da Radioshack será Brajkovic, será desta que o esloveno confirma numa prova de 3 semanas as credenciais que demonstrou ao vencer, por exemplo, o Dauphine. Daqui a mais ou menos 3 semanas teremos a resposta.

E Cavendish desiste na etapa 4, contava com uma desistência mas não tão cedo. A parte mais fácil desta aposta está feita, agora vem a mais difícil,  Kittel terminar a prova. Não ser convocado para a selecção para os Mundiais e não ganhar nenhuma etapa até ao último dia seriam uma boa ajuda para que este terminasse a prova.
aka sporttips2010



ricardosilva

  • Milionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1427
    Pts Tipsr:
    63
em: 24 de Agosto de 2011, 02:31
Já estive a ver as apostas que temos para a Vuelta. E um aspecto saltou-me à atenção. O favorito à camisola verde é o esloveno Peter Sagan e não Mark Cavendish. Sagan , bom sprinter e que acima de tudo tem a vantagem de poder discutir com os melhores chegadas com alguma dificuldades na parte final ao contrário dos sprinters puros como Cavendish. Cavendish participou no Giro tendo feito cerca de 2 semanas de prova, no Tour onde venceu a camisola verde e agora participa na Vuelta sendo o seu grande objectivo para o que resta da época a prova de fundo dos Mundiais de Ciclismo em Copenhaga que se realiza 2 semanas após o fim da Vuelta.  A Vuelta este ano apresenta a meu ver mais dificuldades que o ano passado e eu penso que Cavendish não se irá sacrificar até porque dificilmente conquistará a camisola dos pontos como o ano passado conseguiu, prejudicando a preparação para os Mundiais (além do mais a sua equipa a HTC acabará no final da época, sendo que ele em princípio ingressará na Sky) daí que uma desistência do britânico no decorrer da prova a acontecer não me surpreenderá muito. A aposta que então sugiro é o head-to-head entre Cavendish e o alemão Kittel recém-vencedor de 4 chegadas ao sprint na Volta à Polónia. As odds ontem estavam acima de 5 na PinnacleSports para o alemão da Skil-Shimano tendo já baixado para cerca de 4.5. Há aqui uma clara sobrevalorização de Cavendish. Se os 2 chegarem ao fim Cavendish deverá ter mais pontos, mas mesmo nesse cenário as odds deveriam a meu ver estar mais equilibradas do que o que estão.

Gostava de ouvir a opinião do Prince30 sobre esta sugestão.

Também penso que Wiggins para o top-10 é uma boa opção, já Sastre para o top-10 uma má opção.

O líder da Radioshack será Brajkovic, será desta que o esloveno confirma numa prova de 3 semanas as credenciais que demonstrou ao vencer, por exemplo, o Dauphine. Daqui a mais ou menos 3 semanas teremos a resposta.

E Cavendish desiste na etapa 4, contava com uma desistência mas não tão cedo. A parte mais fácil desta aposta está feita, agora vem a mais difícil,  Kittel terminar a prova. Não ser convocado para a selecção para os Mundiais e não ganhar nenhuma etapa até ao último dia seriam uma boa ajuda para que este terminasse a prova.

Afinal parece que o mais difícil não vem. Pois estava  a consultar as regras de classificação de apostas de ciclismo da Pinnacle e eis o seguinte:

Cycling

General:

       In single-race matchups between riders, both riders must start and at least one of them complete the race for bets to stand.

Overall Race Matchups:

    In Multiple leg/stage overall race matchups, the winner will be the rider that is classified highest at the end of the contest.

    If neither rider finishes the contest, then the winner will be the rider that completed the most stages.

    If both riders complete the same number of stages, then the winner will be the rider that was classified higher in their last completed stage.

Ou seja tratando-se a Vuelta de uma prova por etapas, no caso de ambos os ciclistas desistirem, será considerado vencedor aquele que tiver completado mais etapas. Penso que estas regras se aplicam à classificação geral individual, na ausência de outras mais específicas aplicar-se-ão às restantes classificações como as dos pontos.

A meu ver esta regra é surpreendente dado que em outras casas de apostas pelo menos um atleta terá de terminar a corrida.

Por isso, o alemão Kittel se quiser desistir está à vontade, já fez o que tinha a fazer nesta Vuelta, lol.

Tal como eu muitos outros users deveriam ter uma ideia semelhante à minha no caso de classificação de heads-to-heads em caso de desistências. Daí que ler as regras de classificação de apostas para este tipo de apostas menos habituais seja sempre bom, para evitar que eventuais opiniões formadas acerca de determinada aposta não se venham a revelar erradas por via do desconhecimento de regras.
aka sporttips2010



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 27 de Agosto de 2011, 17:07
11/09: Volta a Espanha – Joaquim Rodríguez over 1.5 etapas a 1.85 @ Sportingbet
4/5 unidadades
Feito, conseguiu hoje a sua 2ª etapa  :ganha:



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 27 de Agosto de 2011, 19:50
11/09 – Volta a Espanha, classificação da montanha – Joaquim Rodríguez para ganhar a 4.00 @ Bet365
5/5 unidades

Normalmente, é difícil atribuir o favoritismo a alguém na luta pela classificação da montanha, pois é o desenrolar da corrida que cria os favoritos. Por exemplo, alguém que entra numa fuga, consegue acumular uma boa quantidade de pontos e passa a apontar as suas energias para esta luta. Porém, este ano a Vuelta tinha à partida um claro favorito à vitória na classificação da montanha: David Moncoutié.

O francês Moncoutié não tem grandes hipóteses de lutar por um bom posto na classificação geral, mas como vencedor da classificação da montanha nas últimas três edições da prova, era claro que o seu objectivo para este ano passava por chegar ao quarto triunfo consecutivo para igualar o lendário José Maria Jiménez e ficar a apenas um triunfo de José Luis Laguía, o recordista no que a classificações da montanha da Vuelta diz respeito. De resto, Moncoutié admitiu que esse era o seu objectivo.

Então, porque vai a minha aposta para o Joaquim Rodrigúez? Nestas primeiras etapas, ‘Purito Rodríguez’ tem sido o mais forte e mais regular, tendo inclusive vencido duas etapas. É o maior candidato à vitória na geral da prova, a par de Vicenzo Nibali por o italiano ter vantagem no contra-relógio. A geral é o objectivo de Rodríguez, mas para ele poder vencer terá que ganhar tempo nas etapas de montanha, especialmente nas chegadas ao alto, que ainda são cinco.

A existência de bonificações para os três primeiros de cada etapa tem levado a Katusha a controlar as fugas, de modo a que Rodríguez, além de ganhar tempo aos seus adversários mais directos, possa vencer as etapas e ganhar os 20 segundos de bonificação que há para o vencedor da cada tirada. Nas cinco chegadas ao alto que ainda faltam, é de esperar que a Katusha continue a realizar o mesmo trabalho e tem equipa para isso, primeiro com Horrach, Losada, entre outros para controlarem e depois com Karpets e especialmente Moreno para os últimos quilómetros. Com base nisto, penso que Rodríguez fará muitos pontos para a classificação da montanha nessas cinco chegadas em alto que ainda há para disputar.

Pontos suficientes para bater Moncoutie? Não garanto que sim, mas acho que sim. A Vuelta deste ano não tem etapas com muitas contagens e muitos pontos disponíveis longe da meta, o que prejudica os corredores que normalmente apostam em entrar em fugas de longe para ir coleccionando pontos. Por exemplo amanhã, há uma terceira categoria nos primeiros quilómetros e depois apenas a chegada, as restantes, apesar de terem mais pontos disponíveis, não são assim tantos. Com a Katusha a lutar pelas bonificações, Moncoutie terá pouca liberdade para discutir vitórias nas montanhas através de fugas e penso que no final estarão muito próximos nesta luta, independentemente de quem levar a melhor.

De qualquer forma, se o Rodríguez for 2º ou 3º nesta classificação, a odd corta ¼, ou seja, devolvem o dinheiro.

11/09 – Volta a Espanha, classificação da montanha – Joaquim Rodríguez para ganhar a 4.00 @ Bet365
5/5 unidades



Forum de Apostas

Re: [Ciclismo] - Vuelta a España, 20 de Agosto a 11/Setembro
« Responder #22 em: 27 de Agosto de 2011, 19:50 »

manives

  • Magnata
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade:
  • Mensagens:
    218681
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    3059
em: 29 de Agosto de 2011, 03:06
11 de Setembro de 2011
Vencedor final da volta a espanha

Aposta: Bradley Wiggins a 4 na bet365

Bradley Wiggins iniciou a sua carreira no ciclismo de pista tendo ganho varias medalhas olimpicas, incluindo o ouro nos jogos de 2004. È um corredor britanico de 31 anos que corre pela equipa sky. Apareceu nas provas de três semanas em 2009 onde no tour surpreendeu toda a gente com o seu 4 lugar. A temporada de 2010 não correu muito bem, era o primeiro ano da equipa sky que não tenha uma grande estrutura.

Este ano as coisas estavam a correr melhor, o corredor pensou a sua epoca a volta do tour mas obteve boms resultados. Um 3 lugarno paris-nice e a vitória no Critérium du Dauphiné antes do tour faziam  o corredor emanar confiança. Chegei a ler que estava na melhor forma da sua carreira e que ia tentar ganhar a corrida francesa. Depois no tour caiu e viu-se obrigado a desistir. Tendo então de virar as suas atençoes para a vuelta.

Teve um mau inicio na prova espanhola com um prologo muito abaixo do que se esperava e estas primeiras etapas não eram nada a seu jeito, rampas muito inclinadas a coincidir com a meta, apenas se defendeu o melhor que pode. Na etapa de ontem a 9ª, brilhou a grande nivel e mostrou que é o homem em melhor forma por terras espanholas. Conta também com Christopher froome que tem sido uma ajuda preciosa, tem ajudado muito wiggins está também ele num bom momento e vai ser fundamental para a vitória do seu compatriota.

Wiggins está neste momento a 1 min do primeiro mas na etapa de amanha deve passar para a liderança da prova ou no minimo para o podio o que vai fazer as odds baixarem. Depois do contra relogio há o dia de descanço e depois outra chegada em alto. Segue-se uma etapa plana e depois mais 3 chegadas para os favoritos. Depois outro dia de descanço e na ultima semana se o lider tiver um min de vantagem no dia de descanço só um problema de saude, uma queda ou mecanico tirará a vitória porque a ultima semana não apreseanta grandes problemas apenas uma chegada mais complicada.

O corredor britanico já não vai para novo e esta é a altura de ganhar, face ao momento de forma dos seus rivais tem claras hipoteses disso. O seu maior rival é nibali mas mas na minha opinião wiggins está mais forte e se não acontecer nada de extraordinário ganhará a sua primeira grande volta.

« Última modificação: 29 de Agosto de 2011, 21:02 por manives »



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18785
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    5013
em: 03 de Setembro de 2011, 11:23
Ciclismo – Vuelta
11 de Setembro, hora a definir
Vencedor final
Pick: Joaquim Rodriguez Bet365 14




Creio que Joaquim Rodriguez tem todas as condições para vencer a Vuelta, ele tem um grande historial em grandes voltas já fez 3 vezes top-10 na Vuelta e o ano passado só não chegou ao pódio ou mesmo à vitória por ter sido muito penalizado – terminou a prova em 4º lugar. Já este ano deu boas indicações no Giro de Itália que tinha monstros na corrida como Zoncolan e Monte Crostis.
O espanhol da Katusha tem 32 anos e é um trepador nato é juntamente com Alberto Contador considerado o melhor trepador da actualidade e não é por acaso que já foi rei da montanha na Vuelta, venceu a semana catalã e a Volta à Catalunha e é um ciclista que tem bons resultados nas clássicas da Benelux dada o seu perfil agressivo, explosivo com grande capacidade de mudar a velocidade nas altas montanhas adapta-se bem as rampas de 20% que aparecem nessas clássicas.
Joaquim Rodriguez tem uma Vuelta à sua medida na primeira metade d aprova venceu em Jaén e El Escorial a sua capacidade explosiva de correr deixou plantados Scarponi e Nibali nas rampas agressivas dessas etapas e em Sierra Nevada e La Covatilla foi sempre o homem a abater – é um trepador nato, muito leve e que faz a diferença na alta montanha e as etapas 14,15 e 17 tem subidas muito agressivas e ciclistas que se defendem na alta montanha e que só têm uma velocidade na alta montanha vão ter muitas dificuldades como é o caso de Nibali e Wiggins – que já não terão mais contra-relógios para ganhar tempo ao espanhol e em todas etapas de montanha da Vuelta onde houve diferenças entre os homens da Geral – Joaquim Rodriguez ganhou tempo.
Nibali é um o principal adversário de Joaquim Rodriguez na Vuelta mas já o ano passado passou mal na terceira semana da Vuelta devido à agressividade de uma etapa de montanha – é um ciclista que tem dificuldades em subidas muito agressivas dado que é um ciclista que faz a diferença em CRIs e que na alta montanha tem um ritmo certo sem excessos – só que a dureza de S.Lourenzo – etapa 14 – 11 km a 8%; Angliru com os últimos 6,5 km a 13% e com rampas de 23% e ainda a etapa 17 que conta com Peña Cabarga 6 km a 9,20% - favorece ciclistas com grande capacidade de dar esticões e de atacar  - trepadores puros e Joaquim Rodriguez provou no El Escorial e em Manzaneda que ninguém consegue o seguir – e não acredito naqueles que defendem que no Angliru não se fazem diferenças devido à excessiva dureza – no El Gamonal Roberto Heras ganhou 3 minutos a A.Casero e conquistou aí a camisola dourada e foi a chave da volta – e esse duelo Heras vs Casero tem algumas semelhanças com este duelo Nibali vs Rodriguez dada as características dos corredores. Não creio que Wiggins se intrometa nesta luta – Wiggins tem por norma um dia mau na alta montanha que o deixa para trás na geral faz lembrar um pouco A.Olano – promessas sempre adiadas.
Dada superioridade de Joaquim Rodriguez na alta montanha creio que consegue recuperar os quase 3 minutos de atraso para Nibali – o seu principal oponente.

O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 03 de Setembro de 2011, 19:28
11/09: Volta a Espanha – Bauke Mollema para pódio a 1.75 @ Betfair
4/5 unidades

Bauke Mollema é actualmente o terceiro classificado da Volta a Espanha, a 36s de Bradley Wiggin, 29s de Chris Froome e com 19s de vantagem para Juan José Cobo. Eu não sei quem vai vencer, não sei quem é o maior favorito entre Wiggins, Mollema e Cobo mas acredito que a hipótese mais provável é estes três corredores preencherem o pódio da Vuelta.

Chris Froome, o segundo classificado, está a fazer uma grande Vuelta e até já foi líder, mas mesmo quando era líder teve que trabalhar para Wiggins, o seu colega que vai agora na frente. Por isso, amanhã, na etapa rainha, todas as energias que Froome tiver terão que ser utilizadas em prol de Wiggins. Faltando a chegada ao Anglirú e a Peña Cabarga, a Sky apenas conseguirá manter os dois homens no pódio se toda a concorrência falhar.

Juanjo Cobo mostrou-se hoje em grande momento de forma, aproximou-se da camisola vermelha e é a maior ameaça a Wiggins e Mollema. Mollema não conseguiu atacar hoje, mas só Cobo o conseguiu. Os homens que estão atrás destes quatro na geral, são homens que ganharam tempo no contra-relógio mas têm perdido na montanha, que é o que interessa a partir de agora. O mais próximo é Fuglsang, que tem perdido tempo nas chegadas em alto. Depois está Kessiakoff, que está a ser uma grande surpresa mas hoje perdeu mais de um minuto para o grupo de Wiggins e Mollema. Nibali, vencedor do ano passado e um dos grandes candidatos à vitória, perdeu hoje 1’21’’ para Mollema. Monfort, Van Den Broeck e Moreno também têm perdido tempo em todas as principais etapas de montanha. E Menchov hoje conseguiu chegar junto ao holandês mas está a 2’20’’ de atraso, tem estado pior nos restantes dias e tem Juanjo Cobo como líder da equipa.

Resumidamente, a menos que algo de anormal aconteça com Wiggins, Mollema e Cobo, não vejo ninguém com capacidade para os tirar do pódio final.

11/09: Volta a Espanha – Bauke Mollema para pódio a 1.75 @ Betfair
4/5 unidades



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18785
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    5013
em: 07 de Setembro de 2011, 10:55
Ciclismo – Vuelta
11 de Setembro
Classificação Pontos - final
Pick: Joaquim Rodriguez Bet365 5,00


Nesta luta pela vitória final na classificação final dos pontos há dois grandes favoritos – Joaquim Rodriguez e Peter Sagan.
Mas creio que Joaquim Rodriguez vai vencer este duelo não só porque tem 15 pontos de avanço sobre o eslovaco Sagan mas também porque o traçado tem um perfil que mais o beneficia. É certo que Joaquim Rodriguez não está no topo da sua forma mas ele já nos habituou a dias menos maus nas Grandes Voltas para depois renascer – e ele é provavelmente em tese o melhor trepador da corrida e um dos melhores do mundo – é um ciclista que gosta de correr de forma agressiva e que consegue imprimir grandes ritmos na alta montanha especialmente nas subidas mais agressivas como provou em Jaén e em Escorial em que só Scarponi conseguiu acompanhar por momentos.
E tendo em conta as características citadas de Rodriguez, Purito pode fazer um bom lugar – em lugares pontuáveis em Peña Cabarga até porque é uma ao seu jeito, porque é uma subida curta mas com grande inclinação média. E depois não creio que Sagan tenha hipótese de vencer ao sprint a não ser na etapa final e mesmo aí terá a concorrência de sprinters de topo como Daniele Bennati e Alessandro Petacchi.
É que apesar de Sagan ser um excelente sprinter e um ciclista forte em fugas – depois do que aconteceu já nesta Vuelta – em que venceu já duas etapas – ninguém o quererá como colega de fuga já que ao entrar numa fuga que vingue será sempre um sério candidato a vencer e terá por isso muitas dificuldades em meter-se numa fuga que renda nas etapas no País Vasco – e estas etapas apesar de não acabarem em alto são muito duras cheias de montanha – incluindo o mítico puerto de Urkiola e será muita difícil as equipas dos sprinters controlarem as etapas para uma chegada ao pelotão – será uma boa oportunidades para trepadores já fora da luta pela geral como Igor Antón ou Joaquim Rodriguez atacarem de longe e vencerem mais uma etapa e com tanta coisa em jogo nos lugares da frente especialmente na luta pelos lugares de topo – creio que será uma corrida bastante movimentada pelos mais bem colocados na geral e as etapas do País Vasco têm dureza suficiente para Rodriguez fazer a diferença mesmo não acabando em alto.



O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



joaoctm123

  • Crava
  • j
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2011
  • Localidade: Trofa
  • Mensagens:
    55
    Pts Tipsr:
    13
em: 10 de Setembro de 2011, 20:46
20-08-2011 16:00
Vencedor Rei da Montanha - David Moncoutié a 2.50 @ Bet365
:ganha:
Amanha sem pontos de montanha, e só mesmo um imprevisto lhe poderia retirar a vitória.



Teen Spirit

  • HighRoller
  • T
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mai 2011
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    12652
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    660
em: 11 de Setembro de 2011, 04:27
Vencedor da 21ª etapa
11/09

Pick: Gavazzi @301.00
Bet365





Sabem o que é um feeling? É o que eu tenho para o Gavazzi amanhã. No entanto, isto não é apenas um feeling. Tem alguma razão de ser. Gavazzi esteve presente na Volta a Portugal onde discutiu com Sérgio Ribeiro a camisola de pontos, não tendo sido bem sucedido apesar de ter ganho duas etapas, nomeadamente a última em Lisboa. Será que ele gosta assim tanto de capitais e hoje repete a dose? Não sei, mas pode acontecer. É certo que a Vuelta não é a Volta a Portugal, mas este rapaz, ainda jovem (27 anos feitos em Agosto), tem aqui uma boa oportunidade de demonstrar que ainda pode almejar a muito. E numa altura em que Rodriguez e Mollema lutam pela camisola verde (pontos) não me parece que se sintam ameaçados por este Gavazzi que está em 28º lugar na classificação por pontos a 79 destes dois em caso de ataque deste ao sprint, coisa em que é bastante bom.

Para além disto, Gavazzi que desde 2007 corre na Lampre pode aqui deixar uma boa imagem da equipa que deverá ter ficado aquém das suas expectativas com Przemyslaw Niemiec como o melhor da geral (54º), Petacchi como melhor nos pontos (22º), Mori na montanha (11º) e um 16º na classificação por equipas. No entanto, mesmo este 16º está em risco pois a Saxo Bank está apenas a dois minutos e uns segundos. Assim, creio que esta equipa se possa envolver numa pequena fuga, algo em que Gavazzi já provou ser bem-sucedido na 18ª prova (Solares – Noja) ou então num sprint na meta metendo vários corredores na frente, mas nos quais certamente estarão sempre Gavazzi. E Gavazzi ainda pode fazer top 50 na geral (é 57º) e sobretudo top 20 na classificação por pontos, algo que certamente ele e a sua equipa não desprezariam. Assim, quer em fuga (pouco provável) quer não, Gavazzi tem todas as condições para fazer um bom sprint final se se meter lá pela frente algo pelo qual a Lampre deve trabalhar e pode até acabar por vencer a etapa. Repito, é um feeling com poucas probabilidades de se concretizar, mas resolvi partilhar.



Tenho também um feeling para Gasparotto @101.00. Mas que será um italiano parece-me quase certo, já que Bauke Mollema e Joaquin Rodriguez não são sprinters.



Teen Spirit

  • HighRoller
  • T
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mai 2011
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    12652
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    660
em: 11 de Setembro de 2011, 04:31
E facilmente atingem o máximo da aposta. Pelo que nem que seja pela fun bet com stake baixo, pouco se perderá. Acho que será pior terem aqui lido isto, Gavazzi ganhar e arrependerem-se de não ter lá posto a treta de um ou dois euritos. Mas, não quero pregar o meu peixe, só estou a dizer como me sentiria :P




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions